Compartilhe
facebook twitter gplus mail

No Chile, o Arquipélago de Chiloé surpreende

16/11/2017
Passeios à cavalo são uma ótima pedida para desbravar as belezas da ilha
Na capital da ilha, as casas de palafita são um de seus cartões-postais

A apenas 30 minutos do continente chileno, o Arquipélago de Chiloé é um paraíso bucólico que combina harmoniosamente campos, praias, florestas e muito verde. Entre seus atrativos destacam-se as moradias, tabernas e edifícios de madeira, as palafitas e as 16 igrejas declaradas como Patrimônio Histórico da Humanidade pela Unesco.

Sua cultura e tradições – que refletem a mescla de influências indígenas e espanholas – continuam vivas graças a sua localização em território insular. Através do artesanato, gastronomia e festivais tradicionais, é possível conhecer a forma de vida e os costumes de seu povo amável e acolhedor.
 

Chelin

Após velejar em direção à ilha de Chelin, o destino revela seu lado mais tradicional, com ruas rústicas e pitorescas preenchidas por artesãos que se preocupam em preservar a história da área que conta com inspirações neoclassicistas e pinturas de mármore. Além da troca cultural, a ilha é excelente para a prática de esportes e contato com a natureza ao andar de bicicleta e de caiaque com belas vistas. 


A histórica Castro

Atravessando as marés, a capital da ilha de Chiloé mostra todo o seu charme com ares campesinos. Com as tradicionais casas de palafitas e mercados onde são vendidos produtos regionais, a cidade é um verdadeiro mergulho na cultura desta porção chilena. Declarada Monumento Nacional e Patrimônio Mundial da UNESCO, a Igreja de São Francisco é um de seus principais pontos. 


Muelle de las almas

Dirigindo ao longo da margem do Lago Huillinco chega-se à costa do Pacífico, com vegetação exuberante repleta por árvores nativas. Caminhando por florestas baixas, a orla da ilha aparece quase como uma miragem. Do alto, uma colônia de leões marinhos pode ser avistada, assim como diversas aves. Muelle de las almas significa píer das almas e remete à história de um escultor local que homenageou a lenda do barqueiro Tempilcahue.

 

Viagens de bicicleta, à cavalo e de caiaque

É possível viajar pelos arredores de Chiloé pedalando, cavalgando ou de caiaque em áreas próximas de Pullao, San José e Quilquico dependendo do clima. A atividade proporciona novas descobertas e um contato ainda mais próximo com a natureza local. 

Onde ficar:

Hotel Tierra Chiloe

Com design e arquitetura de vanguarda, o Hotel Tierra Chiloe está inserido em meio a paisagem intocada do Arquipélago de Chiloé. São apenas 12 apartamentos exclusivos, todos com vista para o mar, que integram elementos da identidade cultural da região, representados em cada detalhe das acomodações decoradas de forma única. Os ambientes acolhedores incluem lareiras, salas de leitura, terraço, restaurante e SPA com uma moderna jacuzzi, sauna seca, sauna úmida e sala de massagens.

0 Comentário

Comentários com conteúdo impróprio e/ou spam poderão ser removidos.

Onde ficar em Arquipélago de Chiloé